Algumas pessoas seriam capazes de tudo para jamais terem que ficar sozinhas. É isso que o diretor Neil Jordan, famoso por sucessos como “Traídos Pelo Desejo” (1992) e “Entrevista Com o Vampiro” (1994), explora em “Obsessão“, um suspense intrigante envolvendo um jogo de gato e rato entre duas mulheres que estreia nos cinemas nesta quinta-feira (13).

Quando a doce e ingênua Frances (Chloë Grace Moretz) encontra uma bolsa perdida no metrô de Nova York, ela decide tomar a atitude sensata de devolvê-la à sua dona, Greta (Isabelle Huppert), uma senhora viúva e solitária, desesperada por um pouco de companhia. Tendo perdido a mãe há pouco tempo, e entendendo a dor de Greta, Frances começa uma amizade com a mulher.

Imagem: divulgação

Porém, tudo muda quando a jovem, em um jantar na casa de Greta, se depara com um armário cheio de bolsas iguais as que ela encontrou no metrô. Ao entender as atitudes da mulher, Frances decide seguir os conselhos da amiga Erica (Maika Monroe) e se afasta dela. Mas Greta não aceita perder sua nova amiga tão facilmente, e revela um lado sombrio e perigoso que coloca Frances e todos ao seu redor em perigo!

A personagem de Greta sem dúvida carrega o filme nas costas. Ver uma mulher idosa, elegante e sofisticada no papel de vilã que persegue a mocinha em uma história de suspense é, no mínimo, interessante e fora do comum. E Isabelle Huppert dá um show com a loucura progressiva de Greta e sua presença sinistra!

Imagem: divulgação

Contudo, é difícil se envolver na narrativa se não houver uma boa dose de suspensão de descrença por parte do público. Greta vai se tornando quase um ser sobrenatural ao longo do filme, com direito à uma força e resistência fora do normal, e uma presença constante que desafia a realidade. Ao mesmo tempo, quase tudo que as personagens fazem, ou que acontece a elas, é estranho e bem questionável.

O diretor Neil Jordan até consegue desenvolver bem o clima de tensão aos poucos, mas que não tem força suficiente para um terceiro ato digno. Um filme com uma ideia simples, e nada de muito extraordinário em sua execução, “Obsessão” consegue se elevar um pouco com as atuações sólidas do elenco, apesar de não fugir das fórmulas e dos clichês do gênero.

NOTA: 6,5


Direção: Neil Jordan;
Duração: 1h37;
Gênero: suspense;
Classificação Indicativa: 16 anos;
Sinopse: A jovem Frances (Chloë Grace Moretz) se torna amiga de uma senhora (Isabelle Huppert). O que ela ainda não sabe, é que a viúva solitária reserva planos sombrios e mortais para ela.

Trailer:

COMPARTILHE

Deixe uma resposta