Desde 1996 o público tem acompanhado a franquia “Missão: Impossível” crescer. Os desafios do agente secreto Ethan Hunt, vivido de corpo e alma pelo ator Tom Cruise, se tornaram cada vez maiores e mais complicados, e como o próprio título diz, impossíveis. Durante este longo caminho, houveram erros e acertos, e sob o comando de diferentes diretores, as histórias evoluíram com o tempo. Se antes as personagens femininas serviam apenas de par romântico e tinham seus corpos objetificados, hoje possuem carga dramática e são tão importantes para a história quanto os personagens masculinos.

O protagonista da franquia também evoluiu. De um incrivelmente talentoso agente da IMF (agência independente de espionagem e inteligência norte-americana), Hunt alcançou o status de super-herói, realizando ações humanamente impossíveis. Prender a respiração debaixo d’água por mais de três minutos, escalar o prédio mais alto do mundo sem equipamentos adequados, ficar pendurado do lado de fora de um avião de carga enquanto este decola, entre outras missões absurdas, se tornou tarefa fácil para nosso personagem. O público se acostumou com o impossível e aguardava avidamente pela próxima loucura!

Imagem: divulgação

Se nos dois últimos capítulos da franquia a história ganhou um tom mais genérico e ares megalomaníacos, a exemplo das franquias “Velozes e Furiosos” e “Transformers“, que priorizaram a ação em detrimento da trama, “Missão: Impossível – Efeito Fallout” consegue unir um bom enredo com sequências de ação espetaculares, capazes de fazer o espectador perder o fôlego e suar frio na poltrona! Escrito e dirigido por Christopher McQuarrie, que comandou o longa anterior, a nova aventura do agente secreto é intensa, dinâmica e a maior até aqui. É possível afirmar que este é, sem dúvidas, um dos melhores filmes de ação do ano (e talvez o melhor da franquia)!

Dois anos após os eventos vistos em “Nação Secreta“, Hunt se vê obrigado a unir forças com o misterioso agente especial da CIA August Walker (Henry Cavill) numa missão que o coloca cara a cara com um de seus piores inimigos: Solomon Lane (Sean Harris). Velhos aliados estão de volta para auxiliá-lo nesta empreitada, como o habilidoso Benji (Simon Pegg) e talentoso Luther (Ving Rhames). Agora, em meio a uma rede de interesses moralmente duvidosos e atormentado por decisões e sentimentos passados que retornam para assombrá-lo, Hunt precisa se resolver consigo mesmo e impedir que uma catastrófica explosão aconteça!

Imagem: divulgação

Um dos maiores perigos que se escondem por trás de um novo filme da franquia “Missão: Impossível” é o dever de impactar o público. Em tempos onde personagens superpoderosos dos quadrinhos migram para as telonas e dizimam metade da população mundial, criar uma história original que desenvolva seus personagens e ofereça uma situação-problema realmente perigosa é muito difícil. A plateia já sabe que, mesmo saltando da estratosfera, Ethan Hunt irá sobreviver e salvar o dia, então como inovar e tornar o filme atraente ao público? Entregando o que ele deseja: boa ação e boa trama, que compensem o valor do ingresso.

Resgatando elementos clássicos da franquia, McQuarrie conduz com maestria este novo capítulo e mostra todo seu potencial ao construir uma trama frenética e arrebatadora do começo ao fim. Com humor na medida certa, que não tira a tensão das outras cenas, uma trilha sonora madura e cenas impecáveis que gozam de um visual de encher os olhos, “Efeito Fallout” é um espetáculo de alto nível. A produção acerta em utilizar efeitos práticos ao invés de criar tudo em CGI, e oferece ao espectador um tom de realismo absurdo. Rebecca Ferguson, Henry Cavill e, obviamente, Tom Cruise se destacam em suas atuações, e deixam aquele gostinho de quero mais ao fim da projeção! É certo dizer que esta não é a última vez que veremos o agente Hunt em ação, e até que ele receba a sua próxima missão, já estamos ansiosos!

NOTA: 9,0


Direção: Christopher McQuarrie;
Duração: 2h28;
Gênero: ação, espionagem;
Classificação Indicativa: 14 anos;
Sinopse: As melhores intenções muitas vezes voltam para assombrá-lo. Em MISSÃO: IMPOSSÍVEL – EFEITO FALLOUT, Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF (Alec Baldwin, Simon Pegg, Ving Rhames), na companhia de aliados conhecidos (Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan), estão em uma corrida contra o tempo depois que uma missão dá errado. Henry Cavill, Angela Basset e Vanessa Kirby são as novidades do elenco, com Christopher McQuarrie de volta à direção.

Trailer:

COMPARTILHE
  • 4
    Shares

Deixe uma resposta