Quando os fogos de artifício coloriram os céus nos primeiros minutos de 2020, anunciando a chegada de um novo ano, uma nuvem de esperança e otimismo pairava sob todos. Havia uma sensação que os próximos 365 dias seriam os melhores já vistos, principalmente para os fãs de cultura pop. Grandes shows e festivais estavam programados para acontecer em diversos estados, séries de TV eram renovadas e o calendário de estreias do cinema prometia atrair multidões pra frente das telonas!

No entanto, sem que a gente pudesse enxergar, um vírus silencioso e mortal, mais perigoso do que qualquer vilão de quadrinhos, se espalhou pelo mundo rapidamente; deixando um rastro de perdas e medo por onde passava. Governos precisaram encontrar meios para proteger seus cidadãos, enquanto cientistas se uniam numa corrida contra o tempo em busca da cura para a nova doença. Devido ao seu alto potencial de contágio, espaços que comportavam grandes públicos tiveram de ser fechados, eventos foram cancelados, estreias adiadas… De uma hora pra outra, o mundo parou.

Em meio a este cenário bastante similar a um filme apocalíptico, a DC anunciou a primeira edição do DC FanDome, um evento global, online e gratuito que tinha como objetivo apresentar os próximos lançamentos da Casa das Lendas nos cinemas, televisão e outras mídias. A novidade surpreendeu positivamente os fãs, que há anos esperavam por um evento nesses moldes. Aliás, uma de suas maiores reclamações era a má comunicação entre a marca e seus consumidores, que viviam cercados por rumores compartilhados em massa por sites e blogs pouco éticos.

De qualquer modo, mesmo com a empolgação quase tangível, havia ainda um certo receio sobre o formato do evento e se ele iria funcionar na prática. A ideia de milhões de usuários acessando o mesmo site de maneira simultânea intrigava alguns: os servidores dariam conta da demanda? Os painéis divulgariam materiais realmente interessantes? Após algumas semanas de muita expectativa e ansiedade, que foram marcadas também pela “coincidente” divulgação sensacionalista de notícias negativas envolvendo a AT&T (dona da DC), o dia do evento chegou, passou, e foi um sucesso!

Ao longo de 24 horas, fãs de todo o mundo tiveram acesso a conteúdos exclusivos e painéis dinâmicos e divertidos! Uma onda de trailers, teasers, pôsteres, artes conceituais, vídeos de bastidores, entre outros materiais inundou a internet, ocupando as primeiras posições dos assuntos mais comentados na web! No Twitter, por exemplo, a tag #DCFanDome foi utilizada mais de 400 mil vezes só no sábado. Já as prévias de “The Batman“, “Mulher-Maravilha 1984“, “O Esquadrão Suicida” e do Snyder Cut de “Liga da Justiça” nos canais estadunidenses da Warner e HBO Max no YouTube somam mais de 32 milhões de visualizações. Se acrescentar as visualizações e menções de termos específicos em outras plataformas, as notícias e conteúdos produzidos a partir das novidades reveladas no evento, os números serão ainda maiores!

Porém a qualidade do DC FanDome não é mensurada apenas pelo seu alcance. Diferente da San Diego ComicCon @ Home, cujos painéis não trouxeram grandes novidades e foram liberados diretamente no YouTube, sem um prazo final para serem assistidos, a DC inovou ao criar uma plataforma própria, com cenários virtuais (desenhados por Jim Lee) que promoviam a imersão do espectador na atmosfera do evento. Dentro do Hall of Heroes, podíamos ver apresentadores interagindo com diretores e atores como se estivessem no mesmo ambiente! Além disso, o fato dos participantes de alguns painéis, como os de “Mulher-Maravilha 1984” e “O Esquadrão Suicida“, utilizarem a mesma imagem de fundo durante suas chamadas de vídeo trouxe mais uniformidade e estilo às apresentações.

A duração dos painéis e o ritmo ágil entre eles foram essenciais para não tornar o evento cansativo e arrastado, mesmo com sua extensa programação. Aliás, a variedade de temas explorados foi outro acerto. Tivemos desde simples bate-papos entre realizadores de filmes até debates sérios e necessários sobre representatividade nas telas; passando ainda por jogos interativos, sessões de perguntas e respostas, apresentações musicais e uma aula sobre o conceito de Multiverso da DC, pra ninguém ficar perdido nas infinitas terras! Tudo isso foi levado à casa de milhões de fãs ao redor do mundo através de uma plataforma que conseguiu comportar bem a demanda de acessos sem graves problemas.

Falando no modo que este vasto conteúdo foi entregue, mais um acerto do DC FanDome foi a diversidade linguística. Por se tratar de um evento global, os organizadores tiveram o cuidado de disponibilizar legendas em nove idiomas diferentes, incluindo o nosso português, para que os não fluentes em inglês compreendessem tudo! Tivemos também apresentadores do Canadá, México, Itália, Brasil e mais países mediando os painéis. Outro ponto de destaque foi que não tivemos só homens brancos na frente das câmeras apresentando os conteúdos! Foi um evento diverso, plural e abrangente.

Entretanto, um ponto que contribuiu mais do que os apresentados acima para o sucesso do DC FanDome foi, com toda a certeza, o respeito e a consideração pelos fãs. Nunca antes um evento se mostrou tão grato pelo seu público; desde a decisão de dividir em dois dias os conteúdos que seriam exibidos inicialmente em apenas um, até os vários momentos reservados para agradecer a participação daqueles que enviaram suas perguntas, artes, cosplays, ou simplesmente estavam assistindo do outro lado da tela. A conexão tão valiosa que milhares de pessoas possuem com estes personagens icônicos foi estreitada significativamente durante o fim de semana.

Assim como em toda sua trajetória, a DC foi pioneira com o DC FanDome, e o dia 22 de agosto de 2020 ficará para sempre na memória dos fãs e de todos os envolvidos neste grande projeto. E não se espante se mais pra frente outros estúdios e empresas utilizarem o mesmo formato para seus próprios eventos! Mesmo que possamos nos reunir presencialmente em breve e as convenções online deixem de ser o único meio de promover encontros públicos, esta ainda será uma opção interessante para vários projetos. Por isso, obrigado DC por abrir as portas de seu Multiverso, entregar o melhor evento do ano e marcar seu nome na história mais uma vez! Já estamos ansiosos para revisitar o DC FanDome no dia 12 de setembro e viver mais momentos emocionantes!

COMPARTILHE

Deixe uma resposta